Ervideira apresenta Vinho da Água

Foram resgatadas as 32 mil garrafas de Conde D’Ervideira Reserva Tinto 2014 que estavam a estagiar nas águas do Alqueva.

Vinho-da-Agua-garrafas-940x380No final do ano passado a Ervideira, produtor vitivinícola do Alentejo, “afundou” 32 mil garrafas do Conde D’Ervideira Reserva Tinto 2014, o seu vinho topo de gama, na Albufeira de Alqueva, junto á Amieira Marina. A ideia era a de fazer uma experiência. Em vez de o vinho estagiar numa adega foi estagiar nas águas frias da Albufeira.

Depois de seis meses a estagiar, a 30 metros de profundidade, as garrafas viram a luz do dia no fim de semana passado. A ausência de luz, aliada a uma temperatura constante de 17o C, fez nascer um vinho bastante mais intenso.

O Conde D’Ervideira Vinha da Água Reserva Tinto 2014 é produzido a partir da seleção dos melhores lotes das castas Touriga Nacional, Aragonez, Tinta Caiada, Alicante Bouschet e Cabernet Sauvignon, vinificadas casta-a- casta. O sucesso da experiência levou a que a empresa anunciasse um aumento de produção para a vindima de 2015. A sua comercialização será feita quer em Portugal, quer em todos os 20 países de exportação.

Segundo Duarte Leal da Costa, director executivo da Ervideira “com esta técnica pioneira no Alentejo pretendemos recuperar uma história de séculos, nomeadamente em situações de naufrágio de barcos e naus, quando os vinhos que transportavam aí ficavam até serem descobertos. Uma vez descobertos, estes vinhos apresentavam melhorias consideráveis ao nível da consistência, estrutura e potencial de envelhecimento, sendo vinhos verdadeiramente únicos”.

Alexandra Costa/OJE

Anúncios