Wolfgang Tillmans. Fotografia na primeira exposição do ano na Serralves

Wolfgang Tillmans foi o artista escolhido para “abrir” a programação de 2016.

exposição

A primeira exposição do ano do Museu de Arte Contemporânea de Serralves é inaugurada às 22 horas do dia 29 de janeiro.

Tem o título de No Limiar da Visibilidade e mostra o trabalho do fotógrafo alemão Wolfgang Tillmans. No início do século (precisamente no ano 2000) tornou-se o primeiro fotógrafo e artista não britânico a receber o Turner Prize, um dos títulos mais prestigiados da arte atual.

Na exposição que estará patente em Portugal a atenção vai para as “Paisagens Verticais” – fotografias dos fenómenos naturais da luz quando o dia encontra a noite, o céu encontra a terra, a nuvem encontra o céu. Fotografia cuja data tem início em 1995 e que foram impressas em escalas que vão das dimensões fotográficas estandardizadas à expansão panorâmica de quatro metros.

A opção do Museu foi a de apresentar uma exposição site-specific, “respondendo ao contexto arquitetónico particular da sua apresentação no museu de Serralves e à inclusão de novo material fotográfico”. Um trabalho organizado pelo Museu de Arte Contemporânea de Serralves, Porto, e comissariado por Suzanne Cotter, diretora, com a assistência da curadora Paula Fernandes.

Wolfgang Tillmans: No Limiar da Visibilidade

Museu de Arte Contemporânea de Serralves
30 de janeiro a 25 de abril

Por Alexandra Costa/OJE

Artigo publicado a 27/01/2016

Anúncios