Crowne Plaza Porto com valores acima da expectativa

Eric-Viale

Eric Viale, Diretor Geral dos hotéis IHG na Região do Porto

Defina o cliente da sua unidade?

O perfil do cliente do Crowne Plaza Porto são sobretudo viajantes que procuram a cidade por motivos de negócios, com uma estadia média de 2,5 noites. São clientes exigentes, onde tudo deve ser funcional e prático, que precisam optimizar o seu tempo ao máximo. Por outro lado, temos uma razoável percentagem de turistas que viajam a lazer, como famílias que procuram o hotel para umas miniférias na cidade ou apenas uma rápida visita durante um fim-de-semana.

Como enquadra a oferta hoteleira do seu hotel no Porto?

O Crowne Plaza Porto pretende afirmar-se como o melhor hotel da cidade no segmento empresarial, quer seja para receber hóspedes que viajam em negócios, quer para receber grandes eventos/congressos/reuniões. A privilegiada localização do hotel, em pleno distrito empresarial do Porto, permite-nos alcançar esse segmento sendo que reunimos todas as condições para promover uma estadia à medida.

Com a renovação dos quartos, em 2005, da fachada (nova estrutura e janelas de 15 andares) e do espaço de conferências e eventos, terminado agora em Julho, o Crowne Plaza é hoje, o mais renovado centro de conferências da zona da Boavista e Porto. Cerca de 2,5 milhões de euros foram investidos nos últimos 12 meses para tornar o hotel mais competitivo e atractivo.

A implementação da marca Crowne Plaza e dos seus padrões de serviço teve um impacto significativo na qualidade e eficácia do serviço esperada pelos organizadores de eventos, sejam estes nacionais ou internacionais. Com a experiência da nossa equipa de operações, somada à qualidade da gastronomia dos nossos banquetes, estou confiante que somos já a melhor opção para Meetings & Events.

Recentemente o hotel sofreu uma intensiva remodelação que teve como objectivo melhorar as infra-estruturas e serviços para que possamos estar na linha da frente neste segmento.

Crowne Plaza Porto_FachadaQual a taxa de ocupação média registada em 2014 e o que significa isso em relação ao ano anterior?

O Crowne Plaza Porto iniciou oficialmente a sua actividade em Outubro de 2014 pelo que ainda não é possível fazer essa análise. Contudo, temos assistido a um grande impulso do hotel e a uma procura crescente já este ano, prevendo óptimos resultados até ao final de 2015, sobretudo agora que terminamos a primeira fase de remodelações e isso está a gerar muita expectativa e curiosidade.

A contribuir para os bons resultados alcançados até ao momento estão factores como a localização, a alta qualidade do serviço, os nossos programas e facilidades para empresas, a notoriedade internacional da marca Crowne Plaza e, naturalmente, o óptimo trabalho de toda a equipa do hotel na promoção do destino em vários mercados externos.

Significa isso que foram atingidas as quotas propostas para 2015. E em relação ao volume de negócios? 

Sim, estamos em condições de cumprir os objectivos ambiciosos que foram anunciados aquando do rebranding para Crowne Plaza, que eram alcançar o dobro dos resultados do hotel no final de 2015. Neste momento, estamos até ligeiramente acima desse objectivo.  Isto apesar de estarmos os primeiros 6 meses do ano em renovação, o que implicou a indisponibilização de alguns quartos e de salas de eventos, assim como o impacto das obras na Avenida da Boavista, que se espera que terminem este mês. Esta é uma conquista fenomenal que comprova o impacto das capacidades de gestão de marca e IHG.

Também superamos alguns objectivos em termos de satisfação do cliente: subimos mais 5 pontos no índex de satisfação em apenas 6 meses e o Crowne Plaza Porto está agora posicionado entre a categoria Elite (acima de 90%) de todas as propriedades IHG na Europa.

Qual foi o REVPAR médio? Como o analisa em relação aos hotéis seus concorrentes directos?

Durante o 1º semestre, tivemos um crescimento de 33% no Revpar em relação ao ano anterior. Conquistamos uma significativa quota de mercado em menos de 6 meses e esperamos continuar esse bom desempenho de forma a alcançar a melhor performance na sua categoria em 2016.

Em termos de clientes o que significa o mercado nacional no contexto global? 

O mercado nacional representa 20% do total.

Crowne Plaza Porto_Sala de reuni‰esQuais foram os melhores mercados internacionais? 

Os nossos principais mercados são Espanha, França e Reino Unido. Sob a marca Crowne Plaza temos observado uma aceleração da procura internacional, tanto a nível de negócio (grandes conferências internacionais) como lazer

De que forma está dividido o negócio entre corporate e lazer? É um rácio para manter?

Naturalmente que o nosso core business é o turismo de negócios. Este representa 46% do total das receitas do hotel e estamos a trabalhar para fazer estes valores crescerem significativamente, com a missão de posicionar o Crowne Plaza Porto como hotel de referência neste segmento. Contudo, temos muita procura de turistas que viajam a lazer e vamos continuar a manter essa aposta.

No ano passado o hotel renovou a sua fachada e este ano está a renovar as áreas públicas. Qual o investimento dos dois projectos e quais as expectativas de negócio futuro (referente às salas de negócio).

Terminada a primeira fase de obras de remodelação, podemos adiantar que foram investidos cerca de 2,5 milhões de euros. Este processo de renovação incluiu as obras na fachada, na esplanada, nas salas de eventos/reuniões e áreas comuns do hotel.

Quanto tempo durou as obras? Qual foi a receptividade dos hóspedes?

A primeira fase de obras durou cerca de 6 meses. Naturalmente que, em fases de trabalho mais intensas, tivemos que adaptar o nosso trabalho e alterar a normal dinâmica de funcionamento do hotel com vista à comodidade dos hóspedes. Felizmente tivemos uma equipa à altura do desafio e uma óptima compreensão dos hóspedes.

Qual será o próximo passo em termos de renovação?

Prevemos uma segunda fase de intervenções, no próximo inverno, com intervenções no restaurante, bar e recepção.

Crowne Plaza Porto_LobbyQuais as grandes diferenças entre o hotel em 2014 e, depois das obras, em 2015?

Após as obras de remodelação as mudanças são visíveis. O Crowne Plaza Porto é agora um hotel mais moderno, funcional e atractivo.

As obras condicionaram de alguma forma a taxa de ocupação?

Ao contrário do que seria de esperar, os resultados mantiveram-se dentro da normalidade. Mais uma vez reforço o trabalho incansável de toda a nossa equipa que permitiu que os hóspedes sentissem o mínimo possível os inconvenientes das obras.

Quais as perspectivas de negócio para 2015? 

Prevemos fechar o ano com óptimos resultados. Este será o primeiro ano completo de actividade do Crowne Plaza na cidade do Porto e acreditamos que começamos da melhor forma. Vamos manter o perfil do cliente já que essa é também a nossa estratégia prioritária para a marca.

Qual o peso da restauração nas receitas totais do hotel?

O Crowne Plaza Porto dispõe de um restaurante próprio – o Restaurante Poivron Rouge. Este é um dos locais mais procurados na cidade para almoços de negócios mas também para jantares tranquilos em família. No total, representa cerca de 30% das receitas totais do hotel.

Que tipo de gastronomia apresentam?

O Poivron Rouge apresenta uma cozinha internacional combinada com os melhores produtos regionais. A visão do Chef Jorge Sousa, maestro da cozinha do restaurante, abre as portas a criações únicas com pratos diversificados confeccionados segundo os mais altos padrões de qualidade.

Disponível ao almoço e jantar, o restaurante adapta-se a diferentes tipos de momentos: almoços executivos, menus de degustação, escolha à carta e sugestão do Chef.

A marca Crowne Plaza tem uma abordagem moderna e saudável na oferta de F&B. Lançámos algumas iniciativas chave, tal como o Brunch de Domingo, opções Fast&Fresh para hóspedes do hotel, menu expresso de almoço e finalmente, o momento de Gin, Jazz e Sushi no Bar.

O nosso Chef trabalha em conjunto com a Associação Portuguesa dos Nutricionistas e já publicou dois livros sobre alimentação natural. Vamos continuar nesta linha em 2015 e 2016, de forma a lançar novos conceitos para agradar a clientes externos e aos nossos hóspedes.

E em relação à carta de vinhos? Têm vinho a copo?

Temos feito uma aposta na melhoria da nossa carta de vinhos através da selecção de produtores nacionais que representem as várias regiões vitivinícolas. O serviço a copo existe e está disponível no bar e no restaurante, a pedido do cliente.

Crowne Plaza Porto_EsplanadaO que vai ser feito em relação ao jardim? 

Com as obras de remodelação, que alteraram a arquitectura da fachada, foi possível ampliar o espaço exterior e implementar uma nova esplanada em deque de madeira, optimizando o espaço e abrindo-o à cidade. Este é um local privilegiado no verão, devido à localização e modernidade do espaço, sendo que foram preparadas propostas gastronómicas exclusivas para estes momentos – como é exemplo o Menu de Verão, disponível aos almoços de domingo. A partir de Setembro será possível ainda usufruir do Menu Expresso, uma sugestão para almoços de negócios que pode ser desfrutada ao ar livre.

Uma das queixas da hotelaria em geral prende-se com o baixo preço dos quartos. O hotel sente o mesmo?

De facto, o Porto, em comparação com cidades europeias com o mesmo perfil, apresenta preços mais baixos em particularmente no segmento de luxo. Esta é uma realidade que está a merecer a atenção das entidades responsáveis pelo turismo em Portugal mas também pelas unidades hoteleiras.

Artigo publicado, a 29 de Julho de 2015, no Opção Turismo.

Anúncios