Troia Resort atinge objectivo de 2015: 160 mil clientes

João Madeira - Director Geral do Troia Resort 1Começou o ano com 135 mil clientes e tinha como objectivo terminar 2014 com 150 mil hóspedes e 160 mil em 2015. O crescimento nos mercados interno e externo permitiram que o Troia Resort, constituído pelo Troia Golfe, Troia Marina, Troia Ruinas, Aqualuz e Troia Residence, alcançasse a meta estabelecida com mais de 12 meses de antecedência.

O crescimento no mercado externo permitiu que o resort, como referiu, ao Opção Turismo, João Madeira, diretor-geral do Troia Resort, atingisse, pela primeira vez a meta dos 35% de clientes estrangeiros. Sendo que “vamos continuar a apostar no mercado internacional”.

Mas não só. 2014 Foi igualmente um ano de experimentação. Em que, pela primeira vez, o On Troia, que começou há três, como um produto de Verão, foi estendido a todo o ano. O Mercado Romano Troia, por exemplo, leva mais de 5.000 pessoas a Tróia num único fim-de-semana, revelou João Madeira.

Sem esquecer o On Troia Aventura. “O estuário do Sado tem muito potencial em termos de birdwatching, de caminhadas e do cicloturismo, algo do qual se fala muito pouco”, afirma o director-geral do Troia Resort que, no entanto, alerta para o facto de estes serem produtos de nicho, anão muito fáceis de trabalhar. “Este ano estruturámos o produto”, acrescenta, referindo que o próximo passo, que ocorrerá em 2015, passa por encontrar parceiros que permitam consolidar o trabalho feito e promover os produtos temáticos.

Em relação ao fim do ano embora os pacotes já estejam no mercado a promoção aos mesmos só será feita mais “em cima da hora”. Porque o mesmo acontece com as reservas. E porque a localização de Tróia, perto de Lisboa assim o exige. Mesmo porque a maioria dos clientes esperados são de origem nacional e/ou espanhola.

Alexandra Costa – 26Novembro2014@Opção Turismo

Artigo publicado, a 26 de Novembro, no Opção Turismo.

Anúncios