Monges regressam à Cervejaria Trindade

Sala Claustros (375x250)É um ponto de passagem (e paragem) obrigatória para quem visita Lisboa. E para quem vai ao Chiado. A Cervejaria Trindade, localizada onde na Idade Média estava sediado o Convento da Trindade, é o local para se ir se se pretende comer um bife, apreciar marisco, petiscar ou simplesmente apreciar a azulejaria.

Entrar na Cervejaria Trindade é recuar no tempo. E ter uma lição de história. Da história portuguesa. Ao mesmo tempo que se obtém todo um conjunto de conhecimentos da Maçonaria (que não eram suposto ser do conhecimento geral). Para isso basta ir até à entrada, na zona do bar, e observar os painéis de azulejo.

Mas a visita à Cervejaria Trindade não foi apenas para fazer uma refeição e sim para conhecer a nova Cervejaria. Isto porque a “casa” fez algumas mudanças. A começar pelo traje dos funcionários. Retomou-se às origens e hoje os clientes são servidos por monges (e monjas). E, se ficarem na primeira sala poderão ter um vislumbre do que era viver naquele local há 800 anos. Mesas e bancos de correr (em madeira) a proporcionar um maior convívio entre os comensais e até a cátedra, um vestígio de quando aquele edifício era ainda um mosteiro.

Vela (250x375)A própria decoração apela a essa vivência. Tochas, candelabros com velas e lanternas (as antigas) remete para um Portugal da Idade Média. Que é complementada pela música ambiente. Gregoriana, pois claro.

Mas a comida é a de hoje. A boa comida a que a Cervejaria já habituou a todos os que a visitaram. À entrada petiscos de por qualquer um a salivar. Para quem gosta o marisco. Sejam percebes, camarão (do grande), sapateira, ostras… há para todos os gostos. Nos pratos principais pode-se ir para o tradicional bacalhau ou optar pelo prato que deu fama a espaço: o bife. Seja como for o fim aqui a refeição só pode terminar de uma única forma. Com um doce conventual.

E se a visita a este espaço for em grupo… tanto melhor. Aproveite e desfrute do Menu Conventual. Uma degustação com seis pratos, onde as sobremesas ganham destaque. É o caso Natas do Céu, um Toucinho-do-céu, Pão-de-ló do Convento de Alfeizerão ou a Gemada à Cardeal e um Pudim Abade de Priscos

Nota

A Trindade foi fundada em 1836, no espaço do refeitório da antiga ordem conventual da Santíssima Trindade. É a mais antiga das cervejarias portuguesas. Desde 1986, é considerada património cultural da cidade de Lisboa. Em 1987 a Secretaria de Estado do Turismo atribuiu à Cervejaria Trindade a Medalha de Mérito Turístico no grau Prata, por prestação de serviços relevantes para o turismo português. Dez anos mais tarde, em 1997, foi reconhecida como Património de Relevante Valor Histórico-Cultural, pela Direcção Geral de Turismo.

Artigo publicado no Opção Turismo, a 30 de Junho de 2014.

 

Anúncios